Projeto quer concluir gestação de prematuros em útero artificial

Artigo de REDAÇÃO RENOVA Mídia - 19 de outubro de 2019
1.0K

O projeto foi pensado como uma solução para as altas taxas de mortalidade em nascimentos prematuros. 

O pesquisador médico Guid Oei está a cinco anos desenvolvendo o primeiro útero artificial para bebês humanos.

Com o apoio das designers Lisa Mandemaker e Hendrik-Jan Grievink, o médico procura simular de perto as condições encontradas em um útero biológico.  

O objetivo do útero artificial é fornecer aos bebês nascidos antes do termo, entre 24 e 28 semanas, um ambiente em que seus corpos possam continuar se desenvolvendo.

O cientista Guid Oei declarou:

“Toda semana em que conseguimos prolongar o crescimento de um feto de 24 semanas, em um útero artificial, aumentamos as suas chances de sobrevivência em até 18%.”

E, segundo o site Canal Tech, acrescentou:

“Se pudermos estender isso para 28 semanas, o maior perigo de morte prematura provavelmente terá ido embora.”

No início deste mês de outubro, Oei e seus colegas do Centro Médico Máxima garantiram uma doação de US$ 3,2 milhões para criar um protótipo funcional do útero, que consiste de uma grande bolsa cheia de líquido, como água e minerais, conectada a uma placenta artificial.


1.0K
FONTE: Renova Mídia por REDAÇÃO RENOVA Mídia


PRINCIPAIS NOTÍCIAS


5 meses

ARTIGO | #PrayForTheWorld

Conexão Politica
1 ano

A escolha de Moro

Conexão Politica
2 anos

O que é a CPI Lava Toga?

Renova Mídia
2 anos

O que é Spoiler?

Renova Mídia
2 anos

Urnas eletrônicas

Conexão Politica

FULNATION - A Verdade é o nosso compromisso! ©